Cartaz-Venus-e-Adonis

ÓPERA VÊNUS E ADONIS

Com a produção executiva da Paidéia Produções Musicais e a direção geral de Marília Vargas, este projeto foi agraciado com o apoio do Fundo Municipal da Cultura no Edital Ópera Ilustrada. As três récitas foram realizadas na Capela Santa Maria em outubro de 2013.

Esta “Masque”, pequena ópera, foi composta em 1683 pelo compositor inglês John Blow e é considerada a mais antiga ópera inglesa. É composta por 3 atos. Sua história é baseada em um mito onde o cupido acerta, sem querer, uma de suas flechas em sua própria mãe, a Deusa do amor Vênus que por sua vez, se apaixona pela primeira pessoa que encontra, o belo caçador Adonis.

Sob a direção musical de Luís Otavio Santos, violinista barroco e maestro, eleito uma das 100 personalidades mais influentes do Brasil pela revista Época em 2011, o grupo trabalhou a ópera em forma de concerto, com leves intervenções cênicas idealizadas por eles mesmos.

O cenário trará a projeção de um vasto mural desenhado a mão pelo designer curitibano, radicado em Tokyo, Christopher Zoellner, que também assinou a arte gráfica dos programas e cartazes, uniformizando a concepção estética visual da obra.

Esta montagem contou com Marilia Vargas como Vênus, Norbert Steidl como Adonis, Luciana Melamed como Cupido e Paulo Mestre como pastor e grandes nomes que compuseram o coro e orquestra.