Walmor Boza

formou-se mestre pela Universidade de Alicante (Espanha), em 2017, através do “V Máster de Guitarra Clásica” onde estudou com os maiores violonistas da atualidade, com destaque para David Russell, Manuel Barrueco, Pepe Romero, Duo Assad, Fábio Zanon e Xavier Diaz-Latorre.

Em 2012 graduou-se na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP) na classe dos Professores Luiz Claudio Ribas Ferreira e o Dr. Alisson Alípio e desde 2011 vem se especializando em performance com Fábio Zanon em São Paulo.

Em 2015 deu início à carreira internacional no VI Andes y Sierras Guitar Festival (Argentina); em 2016 participou do 3° Festival Guitare em Cevennés (França) e em 2018 foi convidado a realizar um concerto nas XXXIV e XXXV Oficina de Música de Curitiba, este que é um dos maiores festivais de música da América Latina.

Em 2018 realizou uma turnê de 18 recitais nas maiores cidades do Estado do Paraná localizado no Sul do Brasil.

Em 2019 realizou sua estreia frente a Camerata Antiqua de Curitiba, a mais importante orquestra de Camara do Brasil e também lançará seu primeiro álbum intitulado “Recital”.

Em 2020 Walmor Boza realizará sua estreia como solista de orquestra juntamente com a Orquestra Sinfônica de Valencia (Espanha) que será realizado no Palau de La Música Valenciana umas das mais importantes salas de concerto da Espanha.

Além do violão, Walmor também se dedica ao estudo de instrumentos antigos como Vihuela e Teorba e tem como seus principais professores Fábio Zanon, Luiz Claudio Ribas Ferreira, Alisson Alípio e Silvana Scarinci.

Walmor atua como professor na conceituada escola de música Paideia e também cursa seu segundo mestrado na Unespar – EMBAP.